quarta-feira, 15 de julho de 2020

OPERAÇÃO PANDEMIA | NOVA ETAPA NO COMBATE AO FURTO DE ENERGIA CHEGA EM CHAPADINHA


Por Blog Chapadinha 24 Horas

Mais uma etapa da Operação Pandemia no combate ao furto de energia elétrica aconteceu na última semana, desta vez no município de Chapadinha, região leste do Maranhão. Comandada pelo delegado Paulo Roberto da Superintendência Estadual de Investigações Criminais - SEIC por meio do Departamento de Defesa de Serviços Delegados – DDSD, a operação já passou pelas cidades de Sucupira do Norte, Zé Doca, Pinheiro, São Vicente Férrer, e Rosário. 
 
Em Chapadinha, vários estabelecimentos comerciais foram alvos da operação. Além disso, imóveis residenciais dos bairros Terra Dutra, Vila Independência, Bela Vista, Recanto dos Pássaros e Novo Castelo foram autuados. Os proprietários dos estabelecimentos comerciais e das residências foram conduzidos para a delegacia regional de Chapadinha e deverão responder por furto de energia elétrica, conforme prevê o artigo 155 do Código Penal Brasileiro. 

Para o delegado Paulo Roberto, os resultados da operação em Chapadinha foram positivos, pois além dos autuados em flagrante, foram identificados também eletricistas com conhecimento técnico que executam essas fraudes. “Essa operação resultou em nove prisões em flagrante e foram instaurados 12 inquéritos policiais”, destacou. O delegado pede ainda o apoio da população em denunciar casos de furto de energia. “Aconselhamos que o bom consumidor denuncie pelo 190 e pode ser de forma anônima. Pois, esse bom consumidor termina pagando por aquele que não paga sua conta de energia por causa de fraude”, ressaltou.
 
Para atender o universo de mais de 2,5 milhões de clientes em todo o Estado, a Equatorial Maranhão compra energia elétrica das geradoras e faz a distribuição para todos os municípios. Do total arrecadado, cerca de 10% da energia é furtada, ocasionando perda de faturamento da ordem de R$ 340 milhões por ano, o que impacta no orçamento para promoção de ações de manutenção, operação, expansão e modernização do sistema elétrico e, também na arrecadação de impostos (ICMS e PIS/Cofins) que não foram pagos e poderiam ser revertidos para benefício da população. O furto de energia compromete a segurança da população e a qualidade da energia que chega nas residências maranhenses. 
 
Outro grave problema apontado pela Equatorial Maranhão são as ligações elétricas clandestinas realizadas em áreas de ocupação irregular, popularmente conhecidas por gambiarras. Nos locais em que existem altos índices de furto de energia, parte desse prejuízo acaba sendo revertido em aumento de tarifa, onde todos os clientes da concessão pagam pelo prejuízo causado por esse crime.
 
Situações de suspeita de fraude ou furto de energia elétrica podem ser denunciadas pelo site da Equatorial Maranhão: www.equatorialenergia.com.br, ou pela Central de Atendimento 116 (ligação gratuita), sem necessidade de identificação por parte do denunciante. Depois de registrada a denúncia, a Equatorial Maranhão encaminhará equipes para as inspeções, conforme prevê a legislação do setor elétrico.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Maranhão

Confira algumas imagens da Operação:






Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARA O DESESPERO DA OPOSIÇÃO DE MATA ROMA, CARMEM NETO GANHA NA JUSTIÇA E ESTÁ CONFIRMADA NA DISPUTA ELEITORAL

Por Blog Chapadinha 24 Horas A candidata a Prefeita de Mata Roma, Carmem Neto, teve seu pedido de registro de candidatura indeferido em face...

Postagens mais visitadas